Você está em:

Seu Futuro

Como funcionam os planos de previdência complementar

No Brasil, existem dois tipos de planos de previdência complementar, também chamada de previdência privada:

Previdência complementar fechada:

  • São planos destinados exclusivamente aos empregados de uma empresa ou profissionais ligados a sindicatos ou entidades de classe.
  • O empregado/profissional contribui com uma parcela mensal do seu salário e a empresa contribui com outra parte. Há casos em que a empresa contribui integralmente para o plano. 
  • Esses planos são administrados por empresas constituídas por um patrocinador ou instituidor, na forma de uma fundação ou uma sociedade civil.
  • São empresas sem fins lucrativos, conhecidas como Fundos de Pensão.
  • O órgão que regula e fiscaliza as atividades das empresas de previdência complementar fechada é a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), uma autarquia ligada ao Ministério da Previdência Social.

Previdência complementar aberta:

  • O participante individual contribui integralmente para o seu plano. Os planos de previdência complementar aberta também podem ser contratados por empresas para seus funcionários. Neste caso, as contribuições funcionam tal como nos planos de previdência complementar fechada.
  • Esses planos são administrados por seguradoras ou entidades abertas de previdência complementar.
  • São empresas com fins lucrativos.
  • O órgão que regula e fiscaliza as empresas de previdência complementar aberta é a SUSEP - Superintendência de Seguros Privados, subordinada ao CNSP – Conselho Nacional de Seguros Privados, ambos ligados ao Ministério da Fazenda.

A Zurich Santander opera exclusivamente com planos de previdência complementar aberta.

Subir_pt_BR

  • ZURICH SANTADER BRASIL SEGUROS E PREVIDENCIAS